Des traces aAu Brésil

/


Sur les traces de la famille SIPOLIS au Brésil dans le

MINAS GERAIS

Et de Michel Marie SIPOLIS….

Igreja gótica

Em 1842, quando a província de Minas se insurgiu contra o imperador D. Pedro II, o colégio foi transferido para Campo Belo, no Triângulo Mineiro, longe do foco da guerra. Até que em 15 de novembro de 1856 o padre francês Miguel Maria Sípolis o reabriu. Nesta época, o número de alunos chegou a 400. Também nesse período foi erguida a Capela do Sagrado Coração de Jesus. O colégio funcionou até maio de 1968, quando um pavoroso incêndio sepultou definitivamente suas atividades.

D’après

Revista Sagarana

 

RETOUR au site

Les frères et oncles au Brésil